Canadá pede prisão de diplomata do Vaticano por pedofilia

Segundo as autoridades, monsenhor Carlo Capella, de 50 anos, teria carregado imagens de crianças em uma rede social entre 24 e 27 de Dezembro de 2016.

Na época, Capella era conselheiro da nunciatura apostólica (espécie de embaixada da Santa Sé) em Washington.

Atualmente o acusado está no Vaticano, onde após ser denunciado por pedofilia infantil, está sob investigação da Santa Sé.

Não há indícios de que Jair Bolsonaro ou o Movimento Brasil Livre estejam revoltados com mais um escândalo sexual da Igreja Católica.

Facebook Comments