Igrejas manobram o congresso e ganham perdão de dívidas bilionárias

A bancada evangélica e a bancada católica mais uma vez manobraram parte do congresso para se beneficiar e emplacaram um perdão de dívidas no REFIS para as igrejas. Para quem não sabe, o refis é um programa de refinanciamento de dívidas de contribuintes. As dívidas podem ser tributárias (impostos) ou previdenciárias (pagamento de direitos trabalhistas). Se já não bastasse a isenção de impostos que as igrejas possuem, agora conseguiram se aliviar de bilhões de reais. O total das dívidas aliviadas pelo REFIS (incluindo as igrejas) chega a 543 bilhões de reais.

Os impostos servem para manter os serviços sociais minimamente funcionando. Ao se negarem a pagar essas dívidas, as igrejas evangélicas contribuem com o estado de calamidade social, na saúde, na educação e em diversas outras áreas fundamentais para milhões de trabalhadores brasileiros.

As emendas que beneficiam igrejas tiveram votos favoráveis de 271 deputados. A Frente Parlamentar Evangélica tem 198 deputados e a Frente Mista Católica Apostólica Romana tem 215.

Lembrando que Henrique Meirelles, ministro da fazenda já vem sinalizando uma aproximação com as igrejas evangélicas. Enquanto as igrejas ficam isentas de dívida, o cidadão brasileiro paga a conta da farra e o calote das igrejas.

Facebook Comments