Rojava: um exemplo prático de ecossocialismo?

Este artigo, enviado à C&C pela campanha Make Rojava Green Again, apresenta uma importante tentativa de construir uma sociedade democrática, feminista e ecológica. Estamos ansiosos para uma discussão mais aprofundada sobre o projeto Rojava. O livro Make Rojava Green Again pode ser lido online ou adquirido em versão impressa, no site da MRGA.

Tradução de Matheus Saldanha.

Em 2011, no contexto da primavera árabe, uma guerra civil começou na Síria, colocando vários grupos armados contra o regime de Bashar al-Assad. Rapidamente, uma coalizão de maioria curda liderada pelo Partido da União Democrática (PYD), bem como outros partidos e grupos curdos, árabes, sírios, sírios, assírios e turcomenos, estabeleceu uma região autônoma no norte da Síria: Rojava. Após a criação de uma nova constituição, a Federação Democrática do Norte da Síria foi finalmente criada em 2016.

A atenção internacional a Rojava aumentou exponencialmente nos anos seguintes, em grande parte devido ao papel crucial desempenhado pelas Unidades de Defesa Popular (YPG) e Unidades de Defesa das Mulheres (YPJ) na luta contra as milícias fascistas de Daesh no território. De fato, foi a heróica luta do YPG/YPJ (com apoio aéreo da coalizão internacional) que, metro a metro, cidade por cidade, tornou possível pôr fim ao regime de terror do Daesh na Síria e no Iraque no início 2019.

No entanto, poucos meios de comunicação ocidentais se interessaram pelo formidável projeto revolucionário que está atualmente em desenvolvimento em Rojava. Desde 2012, uma nova forma de sociedade autogerida, livre de um estado centralizado, com base nos valores da libertação das mulheres, da democracia e  da ecologia, foi construída lá. Com base na ideologia do movimento de libertação curdo e nos escritos de seu líder, Abdullah Öcalan, este exemplo prático de uma sociedade com fundações socialistas é uma fonte de inspiração e esperança para todos os movimentos de esquerda. Mais do que isso, Rojava mostra que outra sociedade é possível!

A Comuna Internacionalista de Rojava

A Comuna Internacionalista de Rojava foi fundada em 2017 por internacionalistas de todo o mundo, apoiada pelo Movimento Juvenil de Rojava (YCR/YJC). O objetivo dessa estrutura é compartilhar conhecimentos, habilidades e experiências sob uma perspectiva internacionalista, bem como apoiar projetos e a revolução em Rojava. A Comuna também serve para facilitar a integração de ativistas estrangeiros na sociedade e um dos primeiros passos foi a construção da primeira academia internacionalista (batizada em homenagem ao voluntário britânico da YPJ Şehid Helîn Qereçox). Desde então, muitos internacionalistas participaram de cursos de formação para, posteriormente, unir vários trabalhos e projetos à população civil de Rojava.

Construída como um projeto de vida coletiva com foco ecológico, a Comuna Internacionalista também pretende ser uma academia para treinar internacionalistas e o povo de Rojava na prática e conscientização ambiental. Ela serve como uma espécie de laboratório para construir uma sociedade ecológica.

Finalmente, a Comuna Internacionalista lançou a campanha “Make Rojava Green Again” [Tornar Rojava Verde de Novo] em cooperação com o comitê ecológico do cantão de Cizirê (uma das três regiões de Rojava: Cizirê, Kobane e Afrin). A campanha visa encontrar soluções para os problemas ecológicos enfrentados pela revolução, como escassez de água, desertificação e dependência da produção de petróleo.

A campanha Make Rojava Green Again

No início, a campanha Make Rojava Green Again foi o projeto de alguns ativistas estrangeiros. Hoje, ela se espalhou pelo mundo e possui várias filiais locais em diferentes países, como por exemplo, na Inglaterra, Alemanha, Suíça, Espanha, Itália e outros países. Seus objetivos também evoluíram e ampliaram com o tempo, mas três objetivos principais guiaram a campanha desde o início.

O primeiro objetivo foi construir a Academia Internacionalista de Rojava, guiada por um ethos ecológico, para servir como exemplo de trabalho para projetos semelhantes e desenvolver idéias para toda a sociedade. A construção de um projeto desse tipo é, obviamente, um processo de longo prazo e ainda está em andamento. Mas os diferentes edifícios da academia estão concluídos e vários cursos de educação para internacionalistas já foram realizados. Com a população de Rojava, o trabalho se concentra no fortalecimento da consciência ambiental para avançar em direção a uma sociedade ecológica.

O segundo objetivo da campanha é apoiar os projetos ecológicos do cantão de Cizirê, com foco no reflorestamento e na construção de um viveiro de árvores cooperativo como parte da Academia Internacionalista. Na época, os viveiros de árvores mal existiam em Rojava. Mais tarde, porém, vários viveiros foram criados nas cidades ao nosso redor, e o nosso já não era mais necessário. No entanto, continuamos a apoiar financeira e praticamente a restauração da reserva natural de Hayaka, que é uma das últimas áreas naturais da região. O reflorestamento dessa área ainda hoje está em andamento.

O objetivo final é atrair apoio material para projetos ecológicos existentes e futuros da Autogoverno Democrático, incluindo o compartilhamento de conhecimentos entre ativistas, cientistas e especialistas com comitês e estruturas em Rojava, e o desenvolvimento de uma perspectiva de longo prazo para uma Federação do Norte da Síria ecológica. De fato, Rojava realmente não tem engenheiros de todos os tipos, portanto, nosso objetivo é entrar em contato e convidar especialistas de todo o mundo para vir e ajudar a construir essa sociedade ecológica.

Agora estamos trabalhando em cooperação com diferentes cidades – como Derik ou Kobane – em diferentes tópicos, incluindo o esverdear das cidades com árvores ou o foco em projetos de reciclagem. Na Academia, também plantamos centenas de árvores e atualmente estamos trabalhando em um sistema piloto de gerenciamento de águas “cinzas” e “negras”.

Nossa filosofia

Como descrito acima, grande parte de nossa campanha é apoiar projetos em Rojava, financeira ou praticamente no espírito de solidariedade e internacionalismo. Mas nosso trabalho não pára por aí: também pretendemos espalhar a ideologia da revolução além de Rojava.

A ecologia – juntamente com o confederalismo democrático e a libertação das mulheres – é um pilar essencial da revolução de Rojava. Como apresentamos em nosso livro “Make Rojava Green Again”, publicado este ano em vários idiomas, acreditamos que as pessoas alienadas da natureza estão alienadas de si mesmas e, portanto, são autodestrutivas. Nosso objetivo é criar uma “unificação renovada, consciente e iluminada em direção a uma sociedade natural e orgânica” (Abdullah Öcalan). O que está acontecendo em Rojava é mais do que simplesmente proteger a natureza, limitando os danos a ela; trata-se de restabelecer o equilíbrio entre as pessoas e a natureza.

Para atingir esse objetivo, baseamos nosso trabalho nos princípios da “ecologia social”, uma teoria desenvolvida pelo teórico libertário americano Murray Bookchin e posteriormente desenvolvida por Abdullah Öcalan. Seu argumento central é que a modernidade capitalista causa destruição ambiental e crises ecológicas e que anda de mãos dadas com a opressão e a exploração das pessoas. Além disso, a mentalidade irresponsável do lucro máximo aproximou nosso planeta da beira do abismo e deixou a humanidade em um turbilhão de guerra, fome e crise social.

Para superar essa crise do capitalismo, a ecologia social exige a criação de uma sociedade política e moral em que a humanidade renove seu vínculo com a natureza, vendo-se como parte dela e não como separada. A reconciliação entre humano e natureza começa com o fim da opressão, exploração e dominação do homem sobre a natureza: temos que parar de ver a natureza como um recurso inanimado e infinito. Para resumir nossa abordagem com as palavras de Murray Bookchin:

“A ecologia social carrega uma mensagem que exige não apenas uma sociedade livre de hierarquia e sensibilidades hierárquicas, mas também uma ética que coloque a humanidade no mundo natural como um agente para tornar a evolução social e natural totalmente auto-consciente.”

Acreditamos que uma mudança está ocorrendo hoje em todo o mundo e que uma sociedade ecológica livre é possível. Aqui em Rojava, estamos trabalhando para superar as contradições e criar uma nova sociedade democrática, feminista e ecologista. Vamos espalhar sua ideologia cada vez mais para que possa beneficiar a humanidade em todos os lugares!

Facebook Comments