Trabalhador rural é chicoteado ao exigir horas extras no Uruguai

A imagem do Uruguai como um país moderno e de terra dos direitos sociais é frequentemente cultivada por muitas pessoas no Brasil. Apesar de certas políticas progressistas, o país ainda é marcado pela distância entre os ricos e os pobres e possui inúmeros problemas sociais.

Essa semana, um trabalhador rural foi literalmente chicoteado por um capataz de uma fazenda. O motivo? O trabalhador exigia o pagamento das suas horas extras. Além disso, o trabalhador denunciou que foi ameaçado com uma arma branca. O Uruguai é um país marcado por um modelo econômico dependente e agro-exportador.

Tanto lá como aqui, os trabalhadores rurais sofrem com a violência e a brutalidade dos donos de terra e seus empregados. Sindicatos e movimentos populares fizeram uma manifestação na última quarta-feira e estão apoiando o trabalhador. 

 

Facebook Comments